2ª Via Boleto

Como organizar as finanças para financiar um imóvel

Se você está pensando em fazer um financiamento para comprar a sua casa própria, neste post vai descobrir como é possível organizar o orçamento para conseguir realizar esse sonho e financiar um imóvel sem preocupações.

Diferente do que muitos pensam, o crédito imobiliário não é um vilão. Na verdade, ele pode ser a porta de entrada para uma vida com mais independência e o melhor a conquista do seu imóvel.

Como todo investimento, o planejamento é fundamental para que todo processo seja realizado da maneira mais tranquila possível. Sendo assim, quanto mais organizadas estiverem as contas, maiores as chances de sucesso e agilidade em cada etapa de liberação do financiamento, sempre pensando em não comprometer a sua saúde financeira.

Como financiar um imóvel

Como pagar um imóvel à vista não é uma opção para a maioria das pessoas, é importante entender como financiar o empreendimento.

Basicamente, o financiamento funciona como uma espécie de empréstimo, só que em vez do dinheiro ir para a pessoa, ele é usado para quitar o valor correspondente ao investimento no imóvel.

Geralmente, os financiamentos podem ser pagos em até 35 anos

Por isso, é necessário se planejar e se organizar para guardar esse dinheiro, além de verificar alternativas como subsídios de programas habitacionais ou o uso do saldo do FGTS.

Atenção: é importante checar o histórico da construtora antes de comprar um imóvel e fazer o financiamento com ela.

Como fazer o financiamento caber no bolso

O financiamento de um imóvel é um compromisso financeiro importante, por isso, é essencial fazer essa auto avaliação realista antes de tomar qualquer decisão. Mas, como expliquei no começo da nossa conversa, ele é uma opção bastante viável para você conquistar a sua casa ou o seu apartamento novo.

Veja a seguir quatro passos para conseguir um financiamento sem pesar no bolso.

1 – Conheça seu orçamento
Utilizar uma planilha de planejamento financeiro é uma boa opção, mas você também pode fazer tudo no modo antigo, por meio de anotações. O importante é registrar os seus ganhos, os gastos fixos e variáveis. Dessa forma, dá para saber quanto dinheiro sobra todo mês e qual a melhor maneira de economizar.

2 – Comece a economizar
Utilizando seu método de organização financeira, identifique os gastos mais supérfluos, que podem ser cortados com maior facilidade. Caso ainda não esteja sobrando o suficiente, tente buscar as opções mais baratas de alguns serviços e produtos de casa.

3- Guarde dinheiro
Pode não parecer, mas economizar é diferente de poupar. Enquanto a primeira ação está ligada a reduzir despesas, a reserva significa que o dinheiro economizado é destinado para um objetivo específico, nesse caso, a compra de um imóvel

4 – Pesquise as opções
Depois de avaliar sua situação financeira, é recomendado pesquisar as condições de financiamento em diferentes instituições. Você pode fazer simulações para verificar qual oferece as melhores formas de pagamento, incluindo os menores juros e os maiores prazos.

Ao analisar todas as possibilidades, você poderá escolher aquela que se encaixa melhor na sua realidade financeira.

A compra da casa própria significa ter mais liberdade, segurança, além de ser um patrimônio que ficará para seus filhos. Com a Jotanunes, esse sonho pode se tornar realidade. Fale com o nosso corretor.

Imóveis em Destaque

Posts Relacionados