Blog da Jota

EDITADO-UMB

Todo ano traz novas novidades e expectativas para o mercado de financiamento imobiliário. Descubra quais são elas e se em 2020 é o ano certo para se comprar o seu imóvel novo!

Ter a casa ou o apartamento próprio é e sempre foi o sonho de todos os brasileiros, afinal, não há algo melhor do que um cantinho próprio para se acomodar com sua família.

No entanto, devido aos preços do mercado imobiliário, a grande maioria não consegue juntar um dinheiro para comprar à vista e acaba optando pelo financiamento, uma das opções mais viáveis e que pode oferecer ótimos benefícios.

Esses financiamentos são realizados por instituições financeiras ou programas sociais, e todo ano pode haver novidades e mudanças nesse sistema.

No post de hoje da Jotanunes mostraremos o que há de novo nesse mercado e te ajudaremos a fazer uma análise se essa é ou não a hora de comprar o seu imóvel novo!

Como foi o financiamento imobiliário no final do ano de 2019?

No final do ano de 2019, especificamente em novembro, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de crédito imobiliário e poupança, a Abecip, os financiamentos para a compra de um imóvel com os recursos da caderneta do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo atingiram a marca de 7,78 bilhões, o que foi considerado o melhor resultado em 55 meses, desde o mês de maio de 2015, e comparado a novembro de 2018, houve um crescimento de quase 60%.

Além disso, após uma queda na taxa selic no final do ano de 2019, divulgada em dezembro, somando com esses resultados positivos no mercado, a tendência é que o financiamento imobiliário tenha um significativo aumento no ano de 2020 mesmo com tudo que vem acontecendo. A Taxa Selic hoje está em 3% ao ano. Ela foi definida no dia 6 de maio de 2020 pelo Copom, que decidiu abaixar a taxa de 3,75% para 3%. Continue lendo e entenda o porquê.

Mas como a Taxa Selic influencia?

Meu lar!

A queda para 3,0% da Taxa Selic pode trazer novas expectativas e perspectivas para o mercado, visto que ela influencia diretamente a taxa média de juros de financiamento imobiliário de pessoas físicas com recursos direcionados, como o FGTS e a Poupança.

Essa taxa, de acordo com a ABRAINC, atingiu a mínima histórica de setembro de 2019: 8,65% ao ano.

Isso fez com que houvesse uma taxa de redução de juros ao financiamento imobiliário dos 5 maiores bancos do país, onde o Banco do Brasil foi para 7,99%, o Santander para 7,99, Itaú: 7,45% e Bradesco 7,30%, mas a menor taxa de juros até agora é na Caixa Econômica Federal que fez um ajuste para TR + 6,45%.

Além disso, segundo especialistas da área, a tendência é que a selic tenha mais uma queda nesse ano e pode atingir mais um patamar histórico.

Quais são os tipos de financiamento esperados para 2020?

Para o mercado de baixa renda, que corresponde a 80% de todas as construções dos últimos anos, o financiamento imobiliário dependerá quase totalmente do FGTS.

No entanto, a Caixa inovou no ano de 2020 ao realizá-lo também via funding poupança com indexador IPCA, que é um produto de maior aceitação no mercado.

Além disso, segundo o próprio presidente da Associação Brasileira de incorporadoras imobiliárias, existem atualmente os meios de financiamento imobiliário via Sistema Financeiro de Habitação (SFH) com recursos da caderneta de poupança indexados ao TR e também fora desse sistema, que é realizado com outros indexadores, como o IPCA citado acima, por exemplo.

Levando todos esses fatores em conta, isso faz com que as expectativas para o ano de 2020 acerca do financiamento imobiliário cresçam ainda mais, e esse ano seja a oportunidade perfeita para você comprar o seu tão sonhado imóvel novo.

Na Jotanunes você conseguirá encontrar os melhores imóveis, seja casa ou apartamento, com o melhor custo-benefício e os melhores financiamentos que cabem no seu bolso.
Conheça já a sua nova residência!

Equipe Jotanunes

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado

Fale Agora no WhatsApp