Blog da Jota

7-dicas-de-economia-para-comprar-seu-imovel-proprio

3 minutos para ler


Com um pouco de planejamento e disciplina, é possível dar entrada no financiamento e adquirir seu imóvel
Quer realizar o sonho da casa própria, mas não sabe se tem o dinheiro necessário? Temos uma excelente notícia para você: comprar um imóvel está mais fácil do que nunca. Adotando os hábitos certos, você consegue juntar dinheiro para dar entrada no seu financiamento imobiliário rapidinho. 
Separamos essas dicas de economia especialmente para te ajudar a realizar seu objetivo. Vem com a gente!

1. Organização financeira e corte de gastos

O primeiro passo para economizar dinheiro é, talvez, o mais difícil: organizar as finanças. Chegou a hora de marcar todos os seus ganhos e gastos em uma planilha para descobrir exatamente quanto dinheiro entra e sai. Assim, você vai saber quanto sobra por mês para ser investido na compra do imóvel.
Agora que você tem tudo isso no papel, o desafio é se esforçar para economizar a maior quantia possível. Tente trabalhar com uma meta de valor a ser poupado, ou um percentual mínimo da sua renda a ser guardado todo mês. Possivelmente, seja necessário realizar corte de gastos supérfluos. Mas, a causa é boa é justa, vale a pena!

2. Invista suas economias

Enquanto você poupa a quantia necessária para comprar seu imóvel, dá para diminuir o tempo de espera. Que tal aplicar esse valor em algum investimento financeiro? Dessa forma, o dinheiro pode render juros, protegendo seu capital da inflação. Isso também permite que você se planeje melhor, principalmente sobre o momento certo para comprar o imóvel.

3. Procure as melhores taxas de financiamento

financiamento imobiliário é uma das formas mais comuns de se adquirir um imóvel. Entretanto, antes de assinar qualquer proposta, o ideal é comparar as taxas de diferentes bancos, já que elas variam bastante de um para o outro.
Outra boa prática em um financiamento é pagar o maior valor de entrada possível. O ideal é conseguir pagar à vista pelo menos 30% do valor do imóvel. Afinal, quanto menor for a quantia financiada, menores serão as parcelas e os juros a serem pagos. Consequentemente, mais rápido o imóvel será quitado.

4. Novo ou usado?

Imóveis usados são, geralmente, mais baratos. É importante conferir se o imóvel está em bom estado de conservação e verificar:

  • Instalações hidráulicas
  • Fiação elétrica
  • Lajes
  • Telhados
  • Pisos
  • Revestimentos
  • Estrutura

Se for necessária uma reforma, a economia obtida na hora da compra pode não compensar.
Imóveis novos, principalmente na planta, podem ser interessantes por apresentarem um risco menor de problemas estruturais. O ideal é pesquisar o histórico da construtora, analisar sua reputação no mercado e nos órgãos de defesa do consumidor. Faça um levantamento de todos os pontos com calma e tome a melhor decisão para você e sua família.

5. Paciência ao escolher o imóvel

Quando estamos próximos de realizar um grande sonho é difícil conter a ansiedade. Mas, é preciso clareza e, principalmente, paciência. O recomendado é pesquisar e analisar todas as alternativas até encontrar aquela que se encaixe em suas necessidades. O mercado imobiliário é dinâmico e várias boas oportunidades podem surgir com o tempo.

6. Cuidado com os gastos e despesas extras

Não se engane: as parcelas do financiamento são apenas parte da aquisição de um imóvel. Você deve se preparar também para as taxas de transferência, documentação, taxas de encargos bancários e impostos. Alguns empreendimentos oferecem a documentação gratuitamente, o que pode ser bem interessante.
Após o processo de compra, eventualmente, podem surgir gastos com manutenção, IPTU, seguro, condomínio, entre outros. Por isso, é fundamental reservar uma quantia para cobrir esses custos.

7. Conte com um profissional quando necessário

Não importa o quanto você se planeja, ninguém está livre de imprevistos. Por isso, é importante ter o auxílio de um profissional de confiança do ramo imobiliário. A ajuda de um consultor pode ser necessária até mesmo para solucionar dúvidas sobre o financiamento, por exemplo. Um profissional de confiança pode ajudar a evitar potenciais ciladas e erros durante o processo de compra.
Gostou dessas dicas? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado

Quer saber mais sobre o
imóvel dos seus sonhos?

Enviar mensagem